Pre Weddings Chapada dos Guimarães

Carine Lazarotto e Adriano Pinheiro

Eu conheci a Carine num churrasco que fui de penetra de um aluno meu no dia 17 de setembro de 2011.
Chegando no local do churrasco, que estava acontecendo no terceiro andar de uma casa, ao descer do carro a Carine me viu lá de cima, pois ela já estava na festa, e perguntou para o aniversariante: Aquele homem vem na festa? Ele respondeu que achava que sim, que eu era seu professor, então ela falou: Agora sim chegou homem de verdade nessa festa.
Ao subir as escadas para chegar no andar do churrasco, fui cumprimentando todos com um boa noite, porém a Carine perguntou se eu não iria cumprimenta-la, eu retornei e falei pra ela se ela não havia escutado o boa noite que havia falado, ela disse que não que era pra eu cumprimenta-la direito, então segurei em sua mão, me aproximei e dei 3 beijos no cantinho da boca e sai rapidamente, deixando-a com uma cara de dúvida.
Fui então cumprimentar os aniversariantes, embora não estava conseguindo parar de pensar nela. Cumprimentei os aniversariantes e por uns 2 minutos fiquei observando a Carine e vi que ela falava algo sobre mim com suas amigas, então decidi ir até ela pra ver se rolava alguma coisa.
Ela estava de costas quando fui me aproximando, porém uma de suas amigas avisou que eu estava chegando, então a Carine colocou o copo sobre uma mureta e virou me dando um abraço e um beijo. Beijo esse que foi inesquecível, pois lembro o sabor dele até hoje, naquele momento me senti flutuar, parecia que minha alma saia de meu corpo, todos os presentes na festa ficaram olhando sem dizer uma só palavra, um silencio pairava sobre a festa ao ponto de se escutar o estalar do carvão em brasa. Ao terminar o beijo olhei pra ela e falei: Prazer Adriano e ela: Prazer Carine e voltamos a nos beijar. Todos da festa gritam e sorriram, achando a cena que fora visto, absolutamente intensa.
Passamos a noite juntos e nos reencontramos no domingo e assim foram surgindo os reencontros até que no dia 24 de setembro ela disse que achava que estava me amando, mal ela sabia que eu já a amava desde o primeiro dia.
Começamos a namorar dia 29 de setembro e eu só falei o primeiro eu te amo pra ela dia 12 de outubro quando jantavamos no choppão com as amigas dela.
Um namoro meio complicado, pois ela muito moleca e muito sentimental, agindo muito com o coração e eu um pouco mais vivido, agindo mais com a razão. Muitas dificuldades foram aparecendo, mas meu maior medo era que eu já tinha um filho pequeno e pensava em aceitação entre ambos, mas toda minha preocupação caiu por terra no primeiro encontro entre os dois, foi lindo. Meu filho abriu um sorriso e os bracinhos para um abraço que foi retribuído por ela da mesma forma, algo inimaginável aconteceu naquele instante, parecia que eles já se conheciam, e nesse mesmo dia ele escolheu o colo dela para deitar e somente ela conseguiu faze-lo dormir.
Conheci sua família no dia que fui pedir o consentimento deles para namorar com ela e lembro que seu pai nem olhava pra mim direito, mas o que mais me marcou foi uma pergunta feita por sua mãe: “O que você sente pela minha filha?” Gelei! Mas foi fácil responder, pois dentro de mim já tinha a resposta desde o primeiro dia que a vi.
Começamos a viajar juntos e com isso conheci a família dela no Rio Grande do Sul, alguns não gostaram de mim, pois desconfiavam de minhas intenções, mas preparei um grande rodízio de pizzas para a família dela, descendentes de italianos, e os ganhei pelo estomago. Foram me aceitando aos poucos e hoje me tratam como parte da família. Enxerto como chamam...rs
Noivamos em 31 de dezembro de 2014, no meio da ceia de ano novo. Após uma linda poesia do avô dela para sua avó, aproveitei o clima.
Ela muito ciumenta, digo quase que possessiva, tivemos muitas brigas, mas o amor sempre se mostrava mais forte e resolvíamos tudo que aparecia.
Então começamos a planejar o casamento.
Minha Nossa Sra da Aparecida, queríamos um casamento com no máximo 100 pessoas, o ideal para nós era de 50 a 100 pessoas, mas isso não foi possível, sua família muito grande e com muita importância resolveu aumentar o número de convidados de 100 para 600... Ai começou a correria que se dá até hoje.
Nosso casamento está marcado para o dia 19 de Maio de 2018 e até lá a ansiedade toma conta de nós dois.